Segurança da informação: conheça a sua importância para a rotina das empresas

Segurança da informação: conheça a sua importância para a rotina das empresas

Na era da transformação digital, empresas geram mais dados do que nunca. Em consequência disso, a preocupação em protegê-los é redobrada. É aí que entra o conceito de segurança da informação, cada vez mais em voga nas empresas. Afinal, sabemos que uma falha pode colocar o seu negócio em risco.

Em um simples intervalo de março e junho de 2019, o Brasil sofreu simplesmente 15 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos. E quando falamos em empresas, há um perigo ainda maior: muitos negócios de pequeno e médio porte desmerecem essa ameaça, quando na verdade são os principais alvos dela.

Além disso, toda empresa trabalha com dados confidenciais. Informações de clientes, contratos, inovações e todo um conjunto que compõe o diferencial competitivo de um negócio.

Mas a questão é: como você está protegendo essas informações sigilosas? A segurança da informação está diretamente relacionada à defesa desses dados, isto é, preservando o valor de uma organização.

Pensando nisso, vamos te mostrar em detalhes a importância da segurança da informação para a rotina das empresas.

seguranca-da-informacao-conheca-a-sua-importancia-para-a-rotina-das-empresas

Importância para a rotina

Empresas estão sujeitas a diversos tipos de ataques virtuais. Há, por exemplo, a infecção por malware, que é qualquer parte de um software que tenha sido danificada para o sequestro de dados.

Outro exemplo é o phishing, técnica de fraude online baseada na utilização de e-mails que imitam endereços institucionais para roubar informações como senhas de banco, por exemplo. Isso sem falar de outros tipos de violações, como a fraude interna, que ocorre através de algum acesso indevido dentro da própria empresa.

Todas essas vulnerabilidades fazem com que a segurança da informação deva ser tratada como prioridade dentro da sua estratégia.

Ao seguir os princípios da segurança da informação, você garante que apenas pessoas predeterminadas acessem informações cruciais para o seu negócio, mitigando o risco de invasões. Além disso, pense que você não apenas está protegendo dados relevantes da sua empresa, mas também de seus clientes e parceiros comerciais, que confiam em você para zelar tais informações com cuidado.

Quando informações desta natureza são sequestradas, sua empresa está sujeita não apenas à perda financeira – que pode culminar até mesmo na falência -, mas também à imagem arranhada, com consequências igualmente graves.

Dicas para proteção das informações

A capacitação e a conscientização do seu pessoal é o primeiro passo para estabelecer uma cultura de segurança da informação.

Rotinas como a criação de cópias de segurança (backups), por exemplo, são práticas fundamentais para resguardar os dados gerados. Atualizações constantes e o uso de antivírus também devem ser incentivados.

E seguindo os princípios da confidencialidade, defina níveis de acesso para que apenas pessoas de confiança possam consultar dados cruciais.

O investimento em tecnologia também é indispensável. O serviço para nuvem, por exemplo, é um dos tipos de segurança da informação mais disseminados nas empresas, tanto pelo custo-benefício quanto pela sua eficácia contra roubo de dados.

Por fim, não se esqueça de fazer a segurança da rede, definindo controles de segurança para testes e monitoramento.

Gostou das dicas? Então conte com as soluções de TI da SoftSell e proteja o principal ativo do seu negócio: a informação!

Deixe um comentário