Red Team X Blue Team: conheça a sua importância e as principais diferenças

Red Team X Blue Team: conheça a sua importância e as principais diferenças

Publicada em 17 de agosto de 2020 na categoria Segurança de TI, Treinamentos

Sua empresa tem um blue team e um red team? Essa é uma prática essencial para as empresas que querem aumentar o seu nível de segurança interna. Dada a nossa maior dependência da tecnologia, essa parece ser uma preocupação universal, para qualquer negócio.

Por isso, o mercado de TI se torna cada vez mais sofisticado, elaborando soluções de segurança com maior eficiência. O Red team e blue team são ótimos exemplos. Além de ajudar a encontrar problema de seguranças na empresa, ainda promove uma interação e uma competição saudável. Então, se você quer entender mais o conceito, continue lendo o post.

O que é Red Team?

A ideia básica, como você deve ter percebido, é dividir profissionais de TI em dois times. O red team tem o objetivo de fazer ataques de cibersegurança na empresa. Por isso, deve ser composto de profissionais que conhecem as principais ameaças no mercado, de modo a conseguir simulá-las o mais próximo de uma situação real quanto possível. Vale tudo neste ataque, inclusive ações de phishing e hacking social.

O que é Blue Team?

Por outro lado, o blue team tem a função oposta. Ele está lá para desenvolver estratégias que tornem a defesa da empresa mais eficiente. Também é um profissional que precisa conhecer as ameaças mais comuns, mas seu foco é em estratégias para revertê-las.

Quais as principais diferenças entre o red team e o blue team?

A partir das definições acima, já ficou claro a diferença entre os times. Basicamente, como cada um tem um propósito, o conjunto de habilidades muda. É claro que um precisa conhecer um pouco do outro, mas o foco de um é no ataque, enquanto o outro fica encarregado da defesa.

Qual a importância do red team e blue team dentro da empresa?

Este processo é um “wargaming”. Ou seja, uma espécie de simulação militar que imita uma situação real. O objetivo é testar o tempo e capacidade de resposta da equipe de defesa. Transportando esta simulação para sua empresa e no contexto da cibersegurança, os resultados e objetivos são os mesmos. Preparar e garantir que o blue team tem o tempo de resposta ideal para essas situações.

Como se preparar para atuar no red team e no blue team?

Para fazer parte das equipes, como vimos acima, é preciso de um conjunto de habilidades específicas. No Red Team, você deve ser um ethical hacker. Ou seja, um hacker white hat, que conhece as principais formas de ataque, mas que age de maneira ética, usando suas habilidades para ajudar as empresas a descobrir certas vulnerabilidades.

Já no blue team, você deve ser um especialista em cibersegurança. Ou seja, é um profissional que conhece tanto as principais formas de ataque, mas também as formas de se defender.

Por conta desses conjuntos de habilidades, existem certificações que são recomendadas para cada membro da equipe. A EC Council, por exemplo, é uma das maiores certificadoras do mundo no quesito da cibersegurança. As certificações de Ethical Hacker e de Certified Security Analyst são importantes para fazer parte do Red Team e Blue Team, respectivamente.

Quer aprender mais sobre essas certificações e fazer parte de um blue ou red team? Então, confira o site da SoftSell e conheça tudo sobre as principais certificações de TI!


Deixe um comentário